Divulgamos o Seminário Internacional Gentrificação: Medir, Prevenir, Enfrentar, promovido pelo OUTROS – Laboratório para Outros Urbanismos, da FAU/USP, de 11 a 13 de dezembro de 2018.

Screen-Shot-2016-05-25-at-12.13.43-AM-e1478696563235

Conceituação

De tempos em tempos alguma palavra fica na moda no debate sobre as cidades. Sem dúvida gentrificação é um desses termos. Não há debate sobre as cidades e suas áreas centrais em que ele não apareça de alguma forma. Justamente por isso devemos ter cuidado ao falar de gentrificação, principalmente para o caso brasileiro: o que queremos dizer quando falamos nisso? Em que medida ela ocorre atualmente? Sobretudo, em que termos a ideia de gentrificação nos ajuda (ou atrapalha) a entender o que está em jogo nas cidades brasileiras atualmente?

Tais questões se combinam com uma agenda multi e interdisciplinar da rede de pesquisadores(as) Propriedades em Transformação [http://propertiesintransformation.org/], cujo objetivo é combinar esforços teóricos e empíricos que busquem compreender como, por quais mecanismos e com quais conseqüências se dão as transformações das propriedades no Brasil. Em um contexto em que o país passa por um momento histórico e político em que as estruturas da propriedade se submetem cada vez mais a dinâmicas globais, tais como os processos de financeirização, compreender e reverter processos de gentrificação ganha extrema relevância.

Olhando para o caso das grandes cidades brasileiras na contemporaneidade, duas questões relevantes emergem: a necessidade de qualificar e quantificar a gentrificação [Eixo temático 1], e o desafio de superar a simples enunciação do problema, e pensar em estratégias de ação destinadas a estancar, a prevenir ou a reverter tais processos [Eixo temático 2].

Convidados Internacionais: Sandra Annunziata (University of Roma Tre), Tomaso Ferrando (University of Bristol), Pedro Jardim (Creative Footprint Forum), Victor Delgadillo (Universidad Autónoma de la Ciudad de México), Amanda Huron (University of the District of Columbia), Loreta Lees (University of Leicester, via skype).

Comissão Organizadora: Bianca Tavolari (FD-USP e CEBRAP), Débora Ungaretti (FAU-USP), Flávio Prol (CEBRAP), João Carlos Kuhn (FAU-USP), José Glauco da Silva (POLI-USP), Julian Fuchs (Instituto Goethe), Karoline Andrade Barros (FAU-USP), Marília Rolemberg (USP), Patricia Oliveira (UFABC), Pedro Jardim (Creative Footprint Forum), Rebeca Lopes Cabral (FAU-USP), Renato Cymbalista (FAU-USP), Rodrigo Millan Valdes (FAU-USP), Stephanie Andrade Guerra (FAU-USP), Tania Knapp da Silva (FAU-USP), Tomaso Ferrando (University of Bristol Law School).

Comissão Científica: Ana Claudia Castro (FAU-USP), Beatriz Kara José (SENAC), Flávio Marques Prol (CEBRAP), Guilherme Wisnik (FAU-USP), Joana Mello (FAU-USP), João Whitaker (FAU-USP), Kazuo Nakano (UNIFESP), Marina Grinover (FAAP/FAU-USP), Maurizio Pioletti (Politecnico de Torino), Nilce Aravecchia (FAU-USP), Renato Cymbalista (FAU-USP), Simone Gatti (FAU-USP), Suzana Pasternak (FAU-USP), Tomaso Ferrando (University of Bristol Law School).

Mais informações em: http://outrosurbanismos.fau.usp.br/2243-2/

Organização:

organizacao

Apoio:

apoio

Deixe seu Comentário