Recebemos com indignação a notícia da agressão de uma colega assistente de projetos sociais por dois policiais em São Bernardo do Campo/SP, na última sexta-feira 06/04, quando retornava da manifestação que ocorria no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC contra a prisão do ex-presidente Lula. Nossa colega e uma amiga foram retiradas do ônibus em que tentavam embarcar, sendo submetidas a agressões físicas, verbais e humilhações por parte das autoridades policiais.

Nós, da Social Caixa, repudiamos de maneira veemente essa agressão covarde e inaceitável, ao mesmo tempo em que manifestamos nossa solidariedade incondicional à colega agredida.

Mais que isso, exortamos todas as forças democráticas e progressistas a se organizarem a fim de combater a escalada do fascismo na sociedade brasileira, fenômeno que se expressa em acontecimentos recentes igualmente inaceitáveis, como a execução da vereadora no Rio de Janeiro Marielle Franco, entre outras lideranças populares pelo Brasil afora; e o atentado à caravana do ex-presidente Lula na região Sul, onde o comboio foi alvejado por tiros no estado do Paraná.

Fascistas, não passarão!

São Paulo, 09 de abril de 2018.

Social Caixa

Deixe seu Comentário